Subscribe
Add to Technorati Favourites
Add to del.icio.us
terça-feira, 15 de julho de 2008

Not Work related??!!!

Publicada por bulgari


Este vai ser um post, um pouco mais sóbrio do que é usual por estas bandas. Ou não, quiçá? Posso ter uma ataque de marafação e deixar que sejam os dedos a decidir o seu grau de seriedade. De certa forma, é o expressar de forma escrita, de um problema que desde há muito, me atormenta o pensamento.

A motivação profissional, ou a falta dela, preocupa-me desde que entrei no mercado de trabalho. Duas décadas passaram desde a feliz data, e sem bem se lembram, quem já passou por isso, o primeiro salário é como o primeiro beijo, nunca se esquece!

Ao longo dos anos o salário foi progredindo e regredindo, consoante as entidades patronais, enquanto o trabalho cresceu exponencialmente. Sempre gostei de agarrar pelos cornos, grandes desafios, e fazer aquilo que mais ninguém sonha. Os resultados esses, trazem-me sempre grandes gozos, normalmente saboreados em silêncio.

Sem dúvida que, muita coisa mudou desde os primeiros passos. Mas ao analisar estas alterações à lupa, constato que as mudanças não tão relevantes assim, pelo menos as exteriores. Fui mudando, adquirindo traquejo e segurança mas tudo o resto continua imutável. No que toca á motivação, pouco ou nada mudou. Raros são os que sem sentem verdadeiramente recompensados e motivados profissionalmente. Não me refiro, só às recompensas monetárias, mas também às velhas palmadinhas nas costas (com as quais ninguém come, mas que são um verdadeiro alimento para a alma, ninguém questiona).

Por este motivo não entendo, porque razão, sendo a net um instrumento de grande relevância na maioria das profissões, se fornece um serviço com tantas restrições, de tal forma que se torna inútil, a sua existência.
Não saberão, Vossas Senhorias, pequenos ditadores da informática, que o acesso livre ao W.W.W., sendo "not work related"; na falta de tudo o resto que me é devido, é no mínimo um dos factores motivacionais mais importantes nos dias que correm?

Poder estar em constante contacto com um mundo exterior, sem sair do "bunker" não só aumenta a possibilidade de aprendizagem como reduz custos. Mas isso meus amigos, para mim é poesia, para vocês pura ignorância!

5 comentários:

Camolas disse...

- Contacto com o mundo exterior através da internet?? talvez. Mas nada se compara ao "olhos nos olhos" por sobre os telhados da cidade. A comunicação riquíssima do não verbal só presencialmente é possível.
Quanto à motivação profissional, arrastamos as correntes dos condenados e sonhamos com a vida que só os ciganos têm.

Charlotte disse...

Estou com o Camolas. A internet, pelo menos para mim, tem sido uma espécie de fogo de vista. Parece prometer muita coisa, informação, entretenimento, abertura de horizontes, amizades, partilha de interesses, bla, bla, bla.
Mas quando passa o efeito da novidade, constatamos que não há nada que se compare com o estar com amigos de carne e osso e a fazer coisas reais, que se sentem e cheiram, sem teclados e ecrãs pelo meio. Eu, confesso, ando um bocado farta de tanta "virtualidade".

Beijinhos

bulgari disse...

Charlotte, Camolas, concordo plenamente convosco. A vida é e sempre foi, fora de casa. Mas eu só quero tirar partido dum instrumento, que para mim é essencial ao trabalho do dia a dia. É que comprar artigos que nunca viste nem no pensamento, é de loucos. Compras alhos e saiem bogalhos a grande maioria das vezes.
Beijos aos dois

XICA disse...

Calma Bulgari, com paciência as coisas vão ao lugar - fala com o xefe, a criatura é fixe e pronta para ser fiel de balança. Força menher, é lá agora projectos/aspirantes de ditadores que te deitam abaixo?

sousa disse...

lá porque o orçamento é para ontem não tenho culpa dos links que não se acede pois "podemos" fazer compras pela net (coisa de tarados como posso saber preços ).Parece que deus passou por ai...
beijos
o tal do (ps)que mariquice é essa das letrinhas para validar o comentario???