Add to Technorati Favourites
Add to
terça-feira, 15 de julho de 2008


Publicada por bulgari

Let us away my child,
Away to Elsewhere.
There days are ever mild
And fields are ever fair.
The moon that shines on whom
There wanders happy and free
Hath woven its light and gloom
Of immortality.
Seeing things there is young.
Told tales sweet as untold,
There real dream-songs are sung
By lips we may behold.
Time there´s a moment´s bliss,
Life a being-slaked thirst,
love like that in a kis
What that kiss is the first.
We need no boat, my child,
But our hopes while still fair
No rowers but fancies wild.
O let me seek Elsewhere!
Fernando Pessoa

2 comentários:

XICA disse...

Bulgari, respêto munto pessoas com estudos nestas coisas da lingua, mazéu tenho munta deficuldade em entender a minha lingua oficial( Ba......eiro) conte mais esta qué nã sê ler. Logo - tradução fáxavô!

XICA disse...

o que m´inerva esta porra das letras aqui de baixo, inda por cima enviuzadas, fazem-me cá uma confusão! isto é mesmo imprescindível aqui tar?